Esta é a história de Gabriela, uma sofrida mãe de gêmeos que não sabe que a angústia, a insônia recorrente e a autoflagelação impostas à filha transgênero, que foi designada homem ao nascer, se deve ao desejo reprimido de expressar livremente como o que ela sente ser: uma menina.

Yo nena, yo princesa

Esta é a história de Gabriela, uma sofrida mãe de gêmeos que não sabe que a angústia, a insônia recorrente e a autoflagelação impostas à filha transgênero, que foi designada homem ao nascer, se deve ao desejo reprimido de expressar livremente como o que ela sente ser: uma menina. A inter-relação com seus vínculos familiares, com a sociedade, com a escola, com o sistema de saúde é onde se estabelecem conflitos entre incompreensão e compreensão, rejeição e aceitação, que geram em Gabriela uma série de estados emocionais que emergem em seus próprios pensamentos cruzados por medos.

Data de lançamento:

2021